Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos. A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Cultivar


Designação do projeto CULTIVAR - Rede de competências para o desenvolvimento sustentável e inovação no setor Agroalimentar
Código do projeto: CENTRO-01-0145-FEDER-000020
Objetivo principal:  O Programa Integrado de IC&DT CULTIVAR tem como objetivo promover a sustentabilidade e inovação do sector Agroalimentar da Região Centro através de uma rede de competências para o desenvolvimento de soluções no contexto dos desafios globais que atualmente ameaçam o sector Agroalimentar e a sustentabilidade e produtividade dos agroecossistemas. Neste sentido, este projeto pretende caraterizar, conservar e valorizar os recursos genéticos endógenos regionais com o objetivo de contribuir para a dinamização e desenvolvimento territorial.
Região de intervenção: Centro
Entidade benificiária: Universidade de Coimbra, Associação CBPBI -  Centro de Biotecnologia de Plantas da Beira Interior, Instituto Politécnico de Castelo Branco, CATAA – Associação Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar de Castelo Branco, Instituto Pedro Nunes – Associação para a Inovação e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia
Data de início: 16/12/2019
Data de conclusão: 30/06/2022              
Custo total elegível: 
2 323 960,80 €
Apoio financeiro da União Europeia: 
1 975 366,68 €

O Programa Integrado de IC&DT CULTIVAR – Rede de Competências para o Desenvolvimento Sustentável e Inovação no Sector Agroalimentar pretende responder aos desafios identificados pelas principais fileiras do sector Agroalimentar da Região Centro, quer no contexto nacional quer internacional, através de uma ação convergente e articulada de partilha de conhecimento e competências. Neste sentido, o Programa Integrado de IC&DT CULTIVAR pretende caraterizar, conservar e valorizar os recursos genéticos endógenos regionais com o objetivo de contribuir para a dinamização de territórios de baixa densidade populacional, através de uma estratégia ancorada no desenvolvimento territorial. A operacionalização do Programa Integrado está estruturada em dois eixos:

  • Valorizar e dotar os diversos polos de competência existentes na Região Centro de conhecimentos em áreas estratégicas, com consequente fixação de recursos humanos altamente especializados,
  • Promover e consolidar a colaboração entre instituições de ciência, tecnologia e ensino superior e o Cluster Agroalimentar, numa perspetiva assente na inter- e transdisciplinaridade do conhecimento e da inovação, orientadas para a criação de valor ambiental, económico e social.