Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos. A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

MobFood


Designação do projeto MOBFOOD - Mobilização de conhecimento científico e tecnológico em resposta aos desafios do mercado agroalimentar
Código do projeto: POCI-01-0247-FEDER-024524
Objetivo principal: Promoção de novas estratégias de crescimento baseadas no reforço da capacidade tecnológica, de inovação e de I&D orientadas à obtenção de novos produtos, serviços, processos ou tecnologias, atuando ao longo de toda a cadeia de valor e reforçando a colaboração entre o setor empresarial e não empresarial.
Região de intervenção: Portugal Continental
Entidade benificiária: Primor, Sense Test, A Poveira, Bel, BLC3, CC, Cerealis, Decorgel, FoodinTech, Frulact,ICM, ITS, Mendes Gonçalves, Olano, Sebol, Sense tesr, Sonae, Univeg, Vitacress, Vizelpas, CATAA, CIIMAR, UCP, FCUP, FEUP, IBET, INL, INSA, IPB, IPC, ICBL, IPL, IPS, IPV, OPVC, ISA, IST, PIEP, INTEGRALAR, UA, UC, UMINHO, UNL, UTAD
Data de início:  01/12/2017
Data de conclusão: 30/11/2020              
Custo total elegível: 7 291 383,60 €       
Apoio financeiro da União Europeia: 4 547 393,15 €

O projeto MOBFOOD tem como objetivo responder aos desafios relacionados com a promoção de uma indústria alimentar nacional mais competitiva. Passará pela promoção de novas estratégias de crescimento baseadas no reforço da capacidade tecnológica, de inovação e de I&D orientadas à obtenção de novos produtos, serviços, processos ou tecnologias, atuando ao longo de toda a cadeia de valor e reforçando a colaboração entre o setor empresarial e não empresarial. Pretende-se que o setor alimentar seja sustentável, totalmente integrado, interligado, transparente, resiliente, seguro, eficiente na utilização dos recursos e centrado no consumidor. Pretende-se alcançar estes objetivos através de implementação de soluções em três pilares principais: “Segurança Alimentar e Sustentabilidade”, “Alimentação para a Saúde e Bem-estar” e “Alimentos Seguros e Qualidade”, materializando-se na investigação e desenvolvimento de novos processos, produtos ou serviços.

O projeto reúne um consórcio alargado de 47 entidades, composto por 22 empresas e 25 entidades do sistema científico nacional, sendo que com a não elegibilidade do PPS 1, apenas 45 entidades terão investimento elegível. Estando envolvidas empresas de diferentes subsetores do agroalimentar e Entidades não empresariais com competências científicas complementares que permitem uma abordagem mais abrangente das diferentes áreas do conhecimento fundamentais para o desenvolvimento integral da indústria agroalimentar.

Pode consultar mais informações em mobfood.pt .